ISMT - Instituto Superior Miguel Torga


EDUCAÇÃO PARA OS MEDIA DIGITAIS
CURSO LIVRE EM PSICANÁLISE
CRIAÇÃO DE NEGÓCIOS SOCIAIS: DO BUSINESS MODEL AO BUSINESS PLAN
EXCEL AVANÇADO PARA APOIO À GESTÃO
Curso de Curta Duração em Educação para os Media Digitais

COORDENADOR

Doutora Patrícia Silveira*
* doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho. Participou nos Projetos ´e-Media Education Lab`, co-financiados pela União Europeia, ´Escolinhas Criativas` (financiamento pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional) e ´A Política das Alterações Climáticas: discursos e representações` (financiamento pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia). Em 2012, realizou um período de investigação na Universidade Autónoma de Barcelona, durante o qual colaborou com o Projeto ´EMEDUS - European Media Literacy Education Study`

CONTACTO COORDENAÇÃO


Doutora Patrícia Silveira - ana_da_silveira@hotmail.com


APRESENTAÇÃO

O curso Curta Duração em Educação para os Media Digitais aborda questões salientes do campo da literacia para os media no novo ambiente mediático digital, com o principal propósito de que os discentes sejam capazes de adaptar a pedagogia associada à Educação para os Media aos seus contextos profissionais específicos.


OBJETIVOS DO CURSO

Com este curso pretende-se que os discentes sejam capazes de: a) Adquirir conhecimento sobre os propósitos e os fundamentos da literacia mediática, especialmente em relação aos media digitais; b) Adquirir conhecimento sobre os recursos pedagógicos disponíveis associados à Educação para os Media; c) Compreender a importância dos media na vida das crianças e dos jovens e no seu conhecimento do mundo; d) Implementar os propósitos da Educação para os Media nos contextos formais de aprendizagem.


DESTINATÁRIOS

Professores e pessoas interessadas em desenvolver projetos de Educação para os Media em contexto de ensino.


DURAÇÃO DO CURSO

20 horas

HORÁRIO

sábado
TAXA DE INSCRIÇÃO

100 €

PROPINAS

1 propina de 180,00€



Candidaturas abertas até ao dia 30 de setembro de 2016


PLANO DE ESTUDOS

UNIDADES CURRICULARES
Introdução ao conceito de Literacia Mediática
Programas, iniciativas e recursos: O Referencial em Educação para os Media
Os media e a socialização
Usos dos media por crianças e jovens: análise de estudos nacionais e internacionais
Conceito e contextos de mediação: a escola como espaço privilegiado
Os media digitais como catalisadores da participação cívica
Integração das TIC na sala de aula
Registo de práticas de Educação para os Media na escola


DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

  • Boletim de Candidatura [pdf]
  • Curriculum Vitae
  • Certificado de Habilitações
  • Documento de identificação pessoal
  • Fotocópia do Cartão de Contribuinte (se não for portador do Cartão de Cidadão)
  • 1 Fotografia a cores


CONTACTOS


Informações:
Linha de apoio: 808 20 80 30

Secretariado da Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Telefones: (+351) 239 488 043/44
E-mail: esae@ismt.pt
Página Web: www.ismt.pt

Envio de correspondência:
Instituto Superior Miguel Torga
Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Largo da Cruz de Celas, 1
3000-132 Coimbra
Psicanálise: princípios, discursos e práticas. Entre ideia (s) e concretização

Coordenação Científica Honorária

Prof. Doutor Carlos Amaral Dias*
*Professor Catedrático de Psicologia, Director do Instituto Superior Miguel Torga (ISMT), Médico Psiquiatra, Psicanalista Didacta e Personalidade marcante e incontornável do movimento psicanalítico em Portugal, co-Fundador da Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica (APPP), Psicodramatista Didacta e Fundador da Sociedade Portuguesa de Psicodrama Psicanalítico de Grupo (SPPPG), Pensador e Publicista destacado da teoria e prática psicanalítica com riquíssima obra sobre temas psicanalíticos, publicada sobretudo em Portugal.


Coordenação Científica

Prof. Doutor Carlos Farate*
*Doutorado em Ciências Médicas, Professor Associado do Instituto Superior Miguel Torga, co-Coordenador Científico do Mestrado (2.º ciclo) de Psicologia Clínica, Responsável Científico pela especialidade de Psicoterapia Psicodinâmica deste 2.º Ciclo, Médico Psiquiatra e Pedopsiquiatra, Psicanalista Titular com funções Didáticas da Sociedade Portuguesa de Psicanálise (SPP) e da Associação Psicanalítica Internacional (IPA), da qual é Research Fellow. Membro da Comissão de Ensino da SPP com diversas publicações psicanalíticas em artigos e livros.

Prof. Doutor Henrique Vicente*
* Doutorado em Ciências da Saúde pela Universidade de Aveiro. Professor Auxiliar Convidado do Instituto Superior Miguel Torga (ISMT), Psicólogo Clínico, Coordenador do Núcleo João dos Santos (NJS) do ISMT, Coordenador do Grupo de Investigação “Bem-estar, Saúde e Envelhecimento” do Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade. Detém interesse científico particular em temas de Psicanálise aplicada à Literatura, Artes e Humanidades .


Objetivos

Fazer a iniciação à psicanálise, como teoria e prática, implica um esforço prévio para “mapear” o pensamento psicanalítico pelas áreas disciplinares - os discursos - e pelos domínios de aplicação – as práticas – que substanciam a “ciência do inconsciente” no quotidiano social do início do segundo milénio
Tratando-se de um Curso Livre de Iniciação à psicanálise, mais precisamente ao pensamento e à(s) prática(s) psicanalíticas, o seu objetivo é proporcionar resposta a um conjunto de questões, cuja resposta poderá servir de propedêutica a quem estiver interessado em se “aventurar” no campo (aliciante) da ciência do inconsciente.
Assim sendo, quem tiver a curiosidade intelectual de participar neste Curso, quem optar por nele se envolver, encontrará resposta para as seguintes questões: qual o denominador teórico dos diferentes discursos que se reclamam da psicanálise? Qual a matriz filosófica das práticas que os materializam e disseminam (aos discursos)? A epistemologia psicanalítica será simples ou complexa, única ou múltipla? Qual é a atualidade e a versatilidade do(s) discurso(s) psicanalíticos? Estará a verosimilhança científica da psicanálise devidamente validada? Quanto aos efeitos terapêuticos da psicoterapia psicanalítica, será que mudança psíquica e melhoria sintomática emparelham ou se opõem? Finalmente qual a real influência da psicanálise na política, na vida em sociedade e na ciência e cultura contemporâneas?
As respostas a estas questões serão encontradas num conjunto de quinze (15) sessões-debate entre “iniciados” de diversa formação disciplinar, e “principiantes”, e vice-versa, em que o diálogo entre prelectores e assistentes estimulará, em cada um dos participantes, o gosto por aprofundar as ideias psicanalíticas e aplicá-las a práticas profissionais e socioculturais de diversa índole.


Destinatários

- Estudantes de Psicologia, de Medicina, de outras áreas das Ciências Sociais, de Ciências Exatas, de Artes e de Literatura e Humanidades
- Profissionais de Psicologia, de Medicina, de Saúde, de Sociologia, de Serviço Social, do Ensino Básico, Secundário, Superior e Universitário, de Engenharia, de Economia e Gestão, de Artes e Arquitetura, de Línguas e Literaturas, de Filosofia e de outras disciplinas das Humanidades
- Pessoas curiosas pela psicanálise e pelo pensamento psicanalítico


Duração do curso

junho de 2017 a abril de 2018 (sessão inaugural prevista para maio de 2017)

Carga horária

45h (15 sessões com periodicidade quinzenal)

PLANO DE ESTUDOS

Módulo 1 – Pressupostos teóricos e sua aplicação clínica e terapêutica
1.1. Sessão inaugural com lançamento do livro de Carlos Amaral Dias “Quando o estranho bate à porta” (entrada livre)
1.2. O conceito de supervisão e a sua aplicação à prática clínica
1.3. As diferentes “faces” do trauma psíquico na contemporaneidade: o que a investigação e a clínica têm a dizer
1.4. Identidade sexual e identidade de género: dialéctica e delimitação
1.5. O tratamento de crianças e de adolescentes em dificuldade
Módulo 2 – A cultura psicanalítica nas artes e nas humanidades
2.1. Sonho, interpretação e procura da verdade psíquica
2.2. A psicanálise e a 7ª arte: luz, câmara, acção…interpretação
2.3. A psicanálise e a compreensão da obra literária: a questão da identidade em Pessoa como exemplo
2.4. Morfogénese do espaço público e psicogénese do espaço privado: diálogo e implicações práticas
2.5. Mal-estar na civilização: Psicanálise e crítica social na contemporaneidade
Módulo 3 – A Psicanálise em diálogo com outras ciências
3.1. Psicanálise e relação educativa: um olhar psicodinâmico sobre as aprendizagens escolares
3.2. A família entre sistema relacional e ligação objetal
3.3. A medicina psicossomática na perspetiva psicodinâmica: o quantum psíquico dos sintomas somato-funcionais
3.4. A psicologia das organizações na perspetiva psicodinâmica: da teoria à prática
3.5. As neurociências entre linguagem e emoção: neuropsicologia e pensamento psicodinâmico
Sessão de Encerramento: Avaliação do curso, síntese integrativa e perspetivas de futuro


ORADORES CONVIDADOS

- Clara Pracana *

- António Mendonça
Psicólogo Clínico e Psicanalista, Membro Associado da SPP com riquíssima experiência clínica (em serviços públicos e prática privada)

-Liliana Castro
Médica Psiquiatra, Mestrado Europeu em Neurociências Afectivas pelas Universidades de Maastricht e Florença, Doutorada em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho, Professora Assistente Convidada do Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar/Universidade do Porto.

- João Redondo

- Rui Aragão Oliveira
PhD em Psicologia Clínica. Presidente da Sociedade Portuguesa de Psicanálise. É Psicanalista Titular e com funções didáticas na Sociedade Portuguesa de Psicanálise, full member da International Psychoanalytical Association e da Federação Europeia de Psicanálise. Exerceu atividade de docência universitária e investigação no ensino Público (Universidade de Évora) e Privado (Instituto Psicologia Aplicada). Dirigiu a Revista Portuguesa de Psicanálise e é membro do Editorial Board Psychoanalysis Today e do Comité de assessores do Livro Anual de Psicanálise (edição Portuguesa).

- João Santana Lopes

- Conceição Melo Almeida
Psicóloga Clínica e Psicanalista de Adultos e de Crianças e Adolescentes, Membro Associado da SPP com riquíssima experiência clínica em setting público e prática privada

- Cristina Vieira

- Esmeralda Macedo
Doutora em Psicologia pelo ISPA, Professora Auxiliar do Instituto Superior Miguel, Psicóloga clínica

- Pedro Farate

- Celeste Malpique
Professora Catedrática Jubilada do ICBAS da Universidade do Porto aonde leccionou durante 20 anos a UC Psicologia Médica, Médica Psiquiatra e Pedopsiquiatra, Psicanalista Didacta da Sociedade Portuguesa de Psicanálise (SPP) de que foi Presidente durante 2 anos e Presidente da sua Comissão de Ensino durante 6 anos. Foi ainda Presidente do Instituto de Formação e Terapêutica Psicanalítica do Porto (IFTP) durante 4 anos. Anima atualmente, e desde de 2013, um Curso de Supervisão e Formação em Psicoterapia Psicanalítica no IFTP, que coordena com os colegas psicanalistas Carlos Farate, Isabel Quinta da Costa e Raquel Quelhas Lima. Personalidade relevante da Psicanálise em Portugal, em particular da Psicanálise da Infância e da Adolescência, com publicações significativas (sobretudo em livro), Interesse mais recente na psicanálise aplicada à literatura com ensaios publicados sobre a vida e obra de Fernando Pessoa e Mário Sá-Carneiro

- Isabel Marcos
Doutorada em semiótica dinâmica em França, é Professeur des Universités (Professora Catedrática) em ciências da linguagem, da comunicação e do território (H.D.R. Habilitation à Diriger des Recherches) pelo C.N.U. Conseil National des Universités e Directrice de Recherche associada ao CNRS UMR 7300-ESPACE Universidade de Avignon. Em Portugal é Investigadora Integrada do CICS-NOVA, Centro Interdisciplinar em Ciências Sociais da FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Possui mais de uma centena de artigos e livros publicados nas suas áreas de especialidade. É ainda desde 2016 Auditeur Libre na Associação de Psicanálise: Espace Analytique.

- Rui Paixão
Professor Associado da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e Coordenador do Mestrado Integrado em Psicologia; Professor convidado da Universidade de São Paulo; Investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

- António Alvim
Licenciado em Psicologia Clínica (ISPA), é psicanalista (AP) e Psicodramatista (SPPPG). Tendo trabalhado como psicoterapeuta de crianças (Consulta de Pedopsiquiatria do HSM - Lisboa) e toxicodependentes (NAT Vila Franca de Xira/CAT de Xabregas), é atualmente Supervisor da Aldeia SOS-Criança de Bicesse e exerce clínica privada na Clinipinel em Lisboa. É membro da Direção da AP e pertence ao seu corpo de formadores sendo responsável pelo Seminário sobre a Teoria de Campo Analítico de Antonino Ferro, autor com quem colabora. Participou no Research Training Program da IPA-UCL (2007) e tem participado com comunicações teórico-clínicas no International Forum of Psychoanalitic Societies, tendo publicado uma comunicação premiada na sua revista International Forum of Psychoanalysis. Interessa-se pela investigação do sonho na análise e do processo analítico como sonho.

- Ana M. Bertão
Doutorada em Psicologia Clínica, Professora Coordenadora da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto (ESEP), Coordenadora do Centro de Intervenção Psicopedagógica da ESEP, Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica (SPPC), Responsável pelo setor da Formação da SPPC (Formação de especialistas em Psicoterapia).

- Cláudia Túlio
Psicóloga clínica e psicoterapeuta. Membro candidato da Sociedade Portuguesa de Psicanálise. Membro associado da Sociedade Portuguesa de Psicodrama Psicanalítico de Grupo Supervisora de equipas de Lares de Infância e Juventude no âmbito do projeto "Ser Mais" do Instituto da Segurança Social

- Ana Marques Lito
Psicanalista (SPP/IPA), Doutorada em Psicologia Clínica pela U.L., no âmbito da Família, Adolescência e Toxicodependência. Formadora e Supervisora de equipas multidisciplinares de profissionais de saúde mental e de educação. Supervisora da clinica psicanalítica individual, de grupo, de casais e famílias. Tem desenvolvido a prática de Psicanálise, Terapia Psicanalítica de Casal e Família e Psicodrama Psicanalítico (SPPPG). É Membro efetivo da International Association of Couple and Family Psychoanalysis (AIPCF) e foi membro permanente do Conselho Científico (2012/2016). Foi Professora Convidada no ISCTE e tem sido Professora Auxiliar do Mestrado Família e Género no ISCSP (Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas). É Professora Convidada no ISPA na Unidade Curricular Identidade, Género e Família. Tem diversas publicações em revistas nacionais e internacionais.

- Jorge Câmara
Médico Psiquiatra e Psicanalista da Sociedade Portuguesa de Psicanálise SPP). Membro da FEP, AIP e membro associado da SPP, sendo responsável pela formação na área das psicoses na SPP
Fez parte do grupo fundador do Centro das Taipas em 1987 tendo exercido as funções de Chefe de serviço até 2009 no Centro das Taipas (Centro de tratamento e prevenção direccionado para a problemática da toxicodependência e outras adições). Fez parte do conselho redactorial da revista "Toxicodependências" desde a sua fundação (ministério da saúde). Foi membro da direcção do colégio de especialidade de psiquiatria da Ordem dos Médicos de 2006 a 2012 e responsável no Instituto de Clínica Geral da Zona Sul pela formação dos médicos de família na área da saúde dos adolescentes. Faz parte de outras sociedades científicas nomeadamente: Sócio fundador da ASA- associação saúde dos adolescentes; SEPEA-Société Européenne pour la Psychanalyse de l’Enfant et de l’Adolescent; Sociedade Portuguesa de Psicodrama – Psicodramatista; Fez formação em Terapia Familiar Sistémica pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar; Sócio fundador da sociedade portuguesa de psicossomática e Presidente Adjunto da Sociedade Portuguesa de Psicossomática até 2014; Sócio fundador da Identidade e Afectos. Trabalha em clínica privada em exclusividade desde 2009

- Filipe Arantes Gonçalves *

- Filipe Madeira
Licenciado em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada e Mestre em Psicologia Clínica e Psicoterapias pelo Instituto Superior Miguel Torga. Membro da Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica, atualmente trabalha como psicoterapeuta em clínica privada e colabora regularmente em projectos de consultoria organizacional, nomeadamente: liderança e gestão de equipas de alto rendimento

- Maria Jorge Morais
Psicóloga clínica e psicoterapeuta. É fundadora da Clínica Anima onde desempenha funções de direção e supervisão clínica. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicanálise.

* Participantes ainda a confirmar

Pagamento

- Total: 140€ (estudantes); 280€ (profissionais)
- Modalidades de pagamento: pagamento completo no início do curso; pagamento trimestral (50+45+45 e 100+90+90, respetivamente para estudantes e profissionais)
- Preço de inscrição em sessão individual – 10€ (estudantes); 20€ (profissionais)
- Cada participante no programa completo tem direito a trazer um convidado a duas sessões à sua escolha (para tal, deverá contactar a Coordenação do Curso)

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

  • Boletim de Candidatura [pdf]
  • Curriculum Vitae
  • Certificado de Habilitações
  • Documento de identificação pessoal
  • Fotocópia do Cartão de Contribuinte (se não for portador do Cartão de Cidadão)
  • 1 Fotografia a cores


CONTACTOS


Informações:
Linha de apoio: 808 20 80 30

Secretariado da Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Telefones: (+351) 239 488 043/44
E-mail: esae@ismt.pt
Página Web: www.ismt.pt

Envio de correspondência:
Instituto Superior Miguel Torga
Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Largo da Cruz de Celas, 1
3000-132 Coimbra
Do business model ao business plan

ENQUADRAMENTO

O Terceiro Setor tem vindo assumir um papel cada vez mais importante na sociedade portuguesa, substituindo-se ao Estado na anulação de “falhas de mercado”, mas também na economia, ao afirmar-se como um setor que, para lá do valor social que gera, cria um efeito económico multiplicador nas comunidades em que desenvolve a sua ação!

Nos tempos pós-crise que vivemos, com os apoios sociais do Estado cada vez mais reduzidos e difíceis de obter, estas organizações são obrigadas a adaptar-se às necessidades de uma sociedade em mudança, a reinventar-se, a reestruturar-se e a encontrar outros meios de se financiar, para lá dos apoios estatais, tendo que se pautar pela eficiência, inovação e sustentabilidade e demonstrar permanentemente a viabilidade dos seus projetos!


OBJECTIVOS GERAIS

No final da formação os formandos deverão ser capazes de estruturar uma resposta social a partir de um conjunto sistematizado de ideias e construir um social business plan viável que o suporte

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

• Saber identificar e caracterizar um problema social importante e negligenciado
• Conceber uma proposta de valor e listar todas as ações necessárias à sua consecução
• Construir um social business plan robusto e sustentável
• Angariar parcerias e financiadores
• Medir os resultados e o impacto social do projeto
• Comunicar eficazmente o projeto a potenciais financiadores


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

1.Caracterizar o problema social a resolver
2. Definir uma proposta de valor
3. Criar uma solução de resposta social detalhada
4. Identificar os recursos-chave e angariar parcerias e apoios
5. Construir um piloto
6. Demonstrar a viabilidade do projeto
7. Medir o impacto do projeto
9. Identificar e avaliar estratégias de crescimento do negócio social
10.Comunicar o projeto a financiadores

METODOLOGIA

Metodologia eminentemente ativa e prática, focada na transmissão de conhecimentos teóricos, permanentemente intercalada com a ilustração prática dos conteúdos apresentados

Privilegiam-se os métodos expositivo e demonstrativo, utilizando-se também os métodos interrogativo e ativo

Construção de um social business plan de uma forma estruturada e progressiva em 10 etapas e avaliação da sua viabilidade

Com o objetivo de permitir extrair o máximo proveito da formação e também servir para utilização futura, é distribuída a seguinte documentação:

- manual teórico com os conteúdos ministrados no curso;
- kit de ferramentas para estruturação de um projeto de intervenção social;
- pack de minutas de acordos de parcerias e mecenato;
- folha de cálculo de suporte à construção do social business model canvas;
- modelo excel para construção de um social business plan completo (componente qualitativa + projeções económico-financeiras).

Cada formando deve trazer o seu próprio computador portátil com o Excel devidamente instalado.


DESTINATÁRIOS

Todos os que pretendem materializar uma proposta de intervenção social sustentável e viável em resposta a um problema social previamente identificado.

Profissionais do terceiro setor que pretendam desenvolver competências ao nível da medição e demonstração da sustentabilidade, viabilidade e impacto dos projetos de intervenção que desenvolvem e da angariação de parcerias.



DURAÇÃO TOTAL DA FORMAÇÃO
12 horas

FORMADOR

MIGUEL NEVES MATIAS

Economista. Doutorado em Gestão. Frequentou o programa em Empreendedorismo do IES by INSEAD

Professor na Pós-Graduação em Gestão Global e Prática de Organizações Sociais no ISMT.

Ex-professor das UCs de Empreendedorismo e Organização e Gestão Projetos de Intervenção no Mestrado em Envelhecimento Ativo do IPLeiria.


DATAS/HORÁRIO DA FORMAÇÃO

3 sessões de 4 horas / cada. Quintas e sextas das 18h às 22h

Nº MÍNIMO DE PARTICIPANTES

10

PREÇO

  • Inscrição - 50€
  • Propina - 140€ (poderá ser paga em duas mensalidades de 70€ cada)
  • Valor total do curso - 190€

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

  • Boletim de Candidatura [pdf]
  • Documento de identificação pessoal
  • Fotocópia do Cartão de Contribuinte (se não for portador do Cartão de Cidadão)
  • Curriculum Vitae
  • Certificado de Habilitações


CONTACTOS


Informações:
Linha de apoio: 808 20 80 30

Secretariado da Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Telefones: (+351) 239 488 043/44
E-mail: esae@ismt.pt
Página Web: www.ismt.pt

Envio de correspondência:
Instituto Superior Miguel Torga
Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Largo da Cruz de Celas, 1
3000-132 Coimbra
EXCEL AVANÇADO PARA APOIO À GESTÃO

OBJECTIVOS GERAIS

Utilizar o Excel como ferramenta de trabalho, na simplificação e agilização de tarefas administrativas e financeiras rotineiras, na elaboração de reportes e relatórios técnicos que envolvam cálculos, fórmulas e análises complexas, que sirvam de suporte à tomada de melhores decisões nas áreas comercial, de marketing, de gestão operacional e financeira, entre outras.
OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

• Otimizar a eficiência do Excel, gerando e criando informações em tempo útil, com recurso a gráficos avançados e dashboards
• Ampliar conhecimentos relativos a conceitos, funções e programação do Excel.
• Encontrar soluções ótimas para problemas recorrentes de gestão (planeamento de produção, orçamentos, definição de estruturas de financiamento, compras, etc.), construindo modelos de apoio à tomada de decisões
• Criar folhas de cálculo, com base em modelos pré-definidos, que dão resposta a várias necessidades de projeção de serviços de dívida (empréstimos de diversos tipos, leasings, etc)
• Agilizar o tratamento de dados, através da criação de diferentes cenários e da interligação de fórmulas
• Efetuar análises de sensibilidade e de risco mais complexas, com recurso aos add-ins do Excel: Crystal Ball e TreePlan
• Formatar e utilizar eficientemente as Tabelas Dinâmicas
• Personalizar o Excel de modo a agilizar e automatizar tarefas e eliminar processos repetitivos, com recurso a Macros.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

1. ENQUADRAMENTO
1.1. Ambiente de trabalho
1.2. Os frisos do Excel
1.3. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido
1.5. Outros comandos e opções
1.6. Introdução de dados
1.7 Funções

2. GESTÃO DE DADOS
2.1. importação, limpeza e validação
2.2. gestão e operações sobre tabelas
2.3. funções de procura, estatísticas e com critérios
2.4. filtros de dados com critérios automáticos e com critérios avançados.

3. FERRAMENTAS DE ANÁLISE E VISUALIZAÇÃO DE DADOS
3.1. formatação como tabela e funcionalidades associadas
3.2. formatação condicional com barras de dados, escalas de cores e ícones
3.3. gráficos, gráficos sparkline
3.4. tabelas/gráficos dinâmicos
3.5. dashboards

4. ANÁLISE DE HIPÓTESES E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
4.1. tabelas de dados/simulação
4.2. cenários
4.3. atingir objectivo (goal seek)
4.4. solver

5. AUTOMATIZAÇÃO DE TAREFAS
5.1. introdução às macros e ao Visual Basic for Applications (VBA)
5.2. gravação de macros, apresentação e execução
5.3. segurança das macros

6. LIGAÇÕES DO EXCEL COM OUTRAS APLICAÇÕES E A INTEGRAÇÃO COM A INTERNET
6.1. ligações (hyperlinks)
6.2. incorporação (embedding)

METODOLOGIA

Metodologia eminentemente ativa e prática, focada na transmissão de conhecimentos teóricos adaptados à realidade prática com a qual os formandos se deparam ou poderão deparar no seu dia-a-dia, por força das atividades que desenvolvem.

Privilegiam-se os métodos expositivo e demonstrativo utilizando-se também, os métodos interrogativo e ativo, no que se refere à realização dos exercícios ilustrativos dos temas propostos, com a sua projeção em ecrã, e que pretendem responder a desafios ou problemas reais de gestão.

Com o objetivo de permitir extrair o máximo proveito da formação e também servir como guia para referência e utilização futura, é distribuída a seguinte documentação relativa ao curso e aos diversos temas abordados:

- manual teórico que permite uma familiarização rápida com as diversas funcionalidades do Excel 2013;
- guião de fórmulas em português e em inglês;
- folha de cálculo com os exercícios propostos;
- folha de cálculo a entregar no final com uma explicação dos conteúdos abordados em cada um dos temas do programa e a resolução detalhada dos casos práticos apresentados.

São ainda oferecidos 10 modelos em Excel analisados na formação que abrangem diversas áreas da gestão de uma organização (análise financeira, previsão económico-financeira, cálculo financeiro, análise estratégica e análise de risco de projetos) e que poderão ser adaptados às situações concretas com que os formandos se deparem nas suas organizações.

Cada formando deve trazer o seu próprio computador portátil com o Excel devidamente instalado.


DESTINATÁRIOS

Empresários, Gestores e Técnicos das áreas financeira, contabilidade, comercial, de marketing e de gestão operacional.

Estudantes de cursos de Gestão, Economia e Contabilidade

Todos os utilizadores de Excel que pretendem adquirir ou aperfeiçoar competências avançadas na utilização do Excel na gestão de organizações



DURAÇÃO TOTAL DA FORMAÇÃO

16 horas

FORMADOR

MIGUEL NEVES MATIAS

Gestor de equipas comerciais na Banca
Professor no ISMT
Formador nas áreas de Finanças e Avaliação de Investimentos
Licenciado em Economia
Mestre em Ciências Económicas
Doutor em Gestão


DATAS/HORÁRIO DA FORMAÇÃO

4 sessões de 4 horas / cada. Quintas e sextas das 18 às 22

Nº MÍNIMO DE PARTICIPANTES

10

PREÇO

  • Inscrição - 50€
  • Propina - 160€ (poderá ser paga em duas mensalidades de 80€ cada)
  • Valor total do curso - 210€

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

  • Boletim de Candidatura [pdf]
  • Documento de identificação pessoal
  • Fotocópia do Cartão de Contribuinte (se não for portador do Cartão de Cidadão)
  • Curriculum Vitae
  • Certificado de Habilitações


CONTACTOS


Informações:
Linha de apoio: 808 20 80 30

Secretariado da Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Telefones: (+351) 239 488 043/44
E-mail: esae@ismt.pt
Página Web: www.ismt.pt

Envio de correspondência:
Instituto Superior Miguel Torga
Escola Superior de Altos Estudos (ESAE)
Largo da Cruz de Celas, 1
3000-132 Coimbra
Microsoft MSDNAAThroughVisual Paradigm Academic Partner Program,Instituto Superior Miguel Torga is granted license for modeling software-VP-UMLfor educational use.
ISMT Todos os direitos reservados-2010   |      Desenvolvido por-Luís Cantarinhas      |   Optimizado para(1280x800)